Direção hidráulica

14
jul

A direção hidráulica deixa sua vida mais fácil

Quem já dirigiu carro com direção mecânica, sabe o quanto pesado fica na hora de fazer manobras, uma baliza ou estacioná-lo em qualquer garagem. A Direção hidráulica ao contrário da mecânica, nos traz um conforto sem igual, facilidade ao manobrar, muitas vezes usamos apenas um dos dedos das mãos para fazer uma manobra, uma baliza… Ao contrário do que se pensa, a direção hidráulica está virando necessidade, ao invés de luxo.

Mas, afinal, como é que funciona a direção?

Quando giramos o volante, a barra de torção movimenta uma engrenagem que é chamada de pinhão e, dessa forma, uma outra peça chamada cremalheira move-se em sentido contrário de que foi girado o volante, estabelecendo-se por final o movimento das rodas do automóvel. Em um veículo sem direção hidráulica, fica pesado este movimento pois, a força do condutor é que determina esse processo.

Em veículos com direção hidráulica o comando da direção é facilitado, pois todo este trabalho é realizado de forma hidráulica. O Fluído hidráulico armazenado em um reservatório é bombeado até uma peça localizada na barra de torção na hora que o motor entra em funcionamento. E é desta forma que o manuseio do volante é facilitado, deixando a direção leve e confortável.

14
jul

FUNCIONAMENTO DA SUSPENSÃO DO AUTOMOVEL

A suspensão do veículo é o conjunto de peças que impedem a transmissão dos solavancos que a roda sofre e a carroçaria. É parte do chassi onde abrange componentes na parte inferior do automóvel, como a direção, além de pneus e freios.

É realizada por um conjunto de molas e amortecedor. A roda é ligada ao chassi ou a carroçaria. Como a roda é considerada mais leve que o resto do veículo, ao entrar ou sair de um buraco é a roda que recebe o impacto e vibra e não a carroçaria.

suspensao de automovel

Há molas de vários modelos como a de feixe semelhante a que usam todos os caminhões e a mola em espiral, usada tanto na suspensão dianteira como traseira e a mista espiral na frente e feixe atrás. E ainda o tipo de torção, constituído por um feixe de lâminas.

No eixo dianteiro quase todos os veículos usam suspensão independente porém quando a suspensão não é independente, tem-se um eixo apenas e uma mola em cada roda. Nas suspensão independente, em vez de um eixo só, tem-se dois meios-eixos e, na ponta de cada um, as rodas.

Sendo assim, ao passar num buraco, apenas a roda é afetada, trepida a outra não. Esta é a grande vantagem da suspensão independente.

O sistema de suspensão do veículo se completa por um amortecedor, cuja função é amortecer as oscilações que a mola criou. Se não houvesse amortecedor, a carroçaria oscilaria para cima e para baixo, e essas oscilações demorariam para acabar. Graças ao amortecedor, essas oscilações diminuem rapidamente, melhorando as condições de conforto dos passageiros.

Os principais problemas no sistema de suspensão de um veículo ocorrem por maus hábitos ao volante. Frear bruscamente, passar sobre lombadas e quebra-molas na diagonal e não reduzir a velocidade diante de buracos são fatores que podem trincar e quebrar molas, além de danificar os amortecedores.

14
jul

SAIBA ESCOLHER O SISTEMA DE DIREÇÃO IDEAL PARA SEU CARRO

 

No comércio automotivo, atualmente, os veículos mais procurados pelos compradores são aqueles que proporcionam maior conforto ao dirigir e, os que se adaptam às suas necessidades. Em se falando no sistema de Direção, existem no mercado, atualmente a direção mecânica, a hidráulica e a elétrica. Na hora de optar pela escolha da direção do seu veículo, deve-se observar alguns aspectos importantes:

  1. a) Direção mecânica é indicada para usuários iniciantes, pela facilidade no controle tanto em balizas, quanto em manobras rápidas.
  2. b) Quando comparamos a direção hidráulica à elétrica, esta segunda com certeza é a mais econômica em se tratando do consumo de energia do veículo.
  3. c) Há no mercado a direção elétrica progressiva. Ela possui uma vantagem à mais que, dependendo da velocidade do veículo, ela vai variando de mais “leve” para menos “leve” quando em maior velociade.
  4. d) Se você levar em conta o diferencial de preço a ser considerado, a ordem é a seguinte, do menor preço para o maior: DIREÇÃO MECANICA > DIREÇÃO HIDRÁULICA > DIREÇÃO ELÉTRICA.
  5. e) Para fazer balizas, a direção hidráulica é a melhor, pois ao ligar o veículo, instantaneamente ela entra em funcionamento.

Por se tratar de um item de segurança, é super importante ressaltar que a manutenção preventiva não pode nunca ser esquecida. Mecânica, Hidráulica ou Elétrica, a Direção deixou de ser um item de luxo, se tornando com certeza o item de segurança que merece sua atenção e, sua escolha, de acordo com sua necessidade.

 

 

12
jul

Direção hidraulica e engate traseiro nos veículos

O engate traseiro nos veículos, ele desperta ondas de paixão e ódio. Esse acessório é voltado para engatar uma carga, mas a maioria dos motoristas o procura para proteger a parte traseira do veículo contra batidinhas de outros veículos. Alguns compram até por motivos estéticos. Mas a impressão de segurança é falsa.

Feitiço volta contra o feiticeiro

O engate pode proteger sim seu veículo de encostadas leves no seu carro, que acontece principalmente nos estacionamentos. Mas por outro lado, um impacto mais forte atrás do seu veículo, o engate danifica seu carro de forma muito mais violenta do que se não tivesse nenhum acessório ali.

Direção hidraulica e engate traseiro nos veículos

Como já falamos, o engate tem a função de acoplar algo ao veículo, mas existem regras para a instalação:

-A tomada elétrica deverá ser instalada seguindo os padrões. Uma fiscalização sempre irá verificar se ela está funcional;

-Deverá ser instalado respeitando os pontos de fixação. Descritos no manual do veículo;

-Deve verificar também o modelo de cada engate, respeitando sua capacidade de carga, variando entre 400 kg e 1.500 kg;

-O engate deve ser instalado somente em veículos que tenham capacidade de tração. Essa informação está no manual do proprietário;

-O engate deve ter sido testado pelo Inmetro e deve conter uma placa visível fixada a ele, com o nome do fabricante, CNPJ e identificação do registro concedido pelo Inmetro, modelo do veículo ao qual se destina uma referência à resolução 197/06 que regulamenta o uso do acessório e capacidade máxima de tração do veículo.

Com o não cumprimento dessas regras, o motorista estará sujeito à penalidade descrita no CTB, mais cinco pontos na carteira de motorista, além da retenção do veículo até a regularização.

 

 

12
jul

Caixa de direção hidraulica

Todos sabemos que é preciso trocar o óleo do motor, mas você sabia que precisa substituir o óleo da Caixa de direção hidraulica de câmbio e da direção hidráulica?

É bom conversar com um especialista para ver a situação do seu veículo. Quase todos os automóveis trazem no manual de proprietário os prazos. O do motor deve ser trocado em média entre 10 quilômetros ou seis meses,conforme a marca. Basta seguir o modelo de óleo indicado pela montadora, a quantidade de litros e o prazo.

Não se pode considerar a cor do óleo de motor como fator de troca. É um grande mito. É comum no mercado indicar a troca aos consumidores quando o óleo se encontra muito escuro, mas o fato do óleo estar escuro indica que ele é eficaz na limpeza do sistema e não que se encontra em más condições de uso.

Caixa de direção hidraulica

Óleo da caixa de câmbio tem durabilidade bem maior. As montadoras recomendam a troca a cada 50 mil quilômetros ou após três anos de uso. Ele não costuma baixar o nível, salvo se ocorrem vazamentos. O óleo é diferente do de motor, ele é bem mais grosso.É necessária a substituição porque o lubrificante antigo com o passar do tempo perde viscosidade e podendo provocar ruídos e desgaste acentuado nas engrenagens da caixa.

Oleo caixa de direção

Direção hidráulica

Tem durabilidade bem maior do que o óleo do motor. A data recomendada para o lubrificante da direção hidráulica varia de marca, mas em média fica entre 35 mil e 50 mil quilômetros. O fluído vencido poderá causar o desgaste das peças da caixa de câmbio , o prejuízo pode ser grande caso as peças quebrem . Assim como o óleo do motor, o reservatório da direção hidráulica tem nível mínimo e máximo.Abaixo ou acima do nível pode prejudicar o sistema e deixar o volante pesado. Não deixe ficar fora dessa faixa.

direção hidraulica

12
jul

Reparos direção hidraulica em São paulo

Reparos direção hidraulica em São paulo

O sistema de direção hidraulica é composto por um conjunto de componentes que formam um sistema simples. Esse sistema pode ser mecânico ou do tipo servo assistido, com o auxílio de bomba hidráulica ou motor elétrico.

O volante de direção permite, através do motorista, o movimento giratório que será levado até a caixa de direção. Existem vários tipos de volantes de direção,os futuristas, clássicos e os esportivos.

Reparos direção hidraulica em São paulo

A caixa de direção é formada por um conjunto de elementos que recebem a rotação de giro da coluna e transforma num movimento retilíneo de um lado para o outro.

As barras de direção são componentes que saem da caixa de direção e vai em direção as rodas, são articuláveis para acompanhar a suspensão. Elas são envolvidas por uma coifa de proteção para evitar contaminantes que ataquem as superfícies e os elementos internos da caixa de direção.

direção hidraulica sistema

Os terminas de direção hidraulica são ligados nos montantes de rodas. São articuláveis e se parecem com um pivô da suspensão. As barras de direção são rosqueadas dentro dos terminais de direção e podem ser ajustadas em algumas regulagens de alinhamento de direção.

A direção em um automóvel pode ser do tipo servo assistida com um sistema eletro hidráulico, hidráulico, ou elétrico integrado. Que possibilita um auxílio na força de externação, assim reduzindo o esforço que o motorista faria nas manobras.

Para que o veículo alcance seu desempenho máximo, o sistema de direção e o de suspensão precisa estar alinhado com o veiculo.

12
jul

Alguns defeitos comuns na direção hidraulica

A manutenção preventiva no mecanismo da direção hidraulica é importante para que o profissional identifique qual é o problema e saiba o que está causando a falha e onde ela está. Com as descrições do cliente em conjunto com algumas perguntas como: se a direção está mais pesada e para qual lado, se fica inoperante quando o veículo está parado ou em manobras, e se o auxilio hidráulico pára repentinamente, ajuda ao profissional que vai realizar os testes a identificar o problema com mais rapidez. A manutenção preventiva recomendada pelo fabricante é a cada 50 mil km.

direcao automotiva

Alguns defeitos comuns na direção hidraulica

Componentes da suspensão podem estar soltos ou muito rígidos, para isso é necessário apertar os parafusos e verifique as borrachas.

As correia podem estar frouxa ou com mau contato com as polias ressecada ou com cortes ou ainda existir presença de óleo ou graxa.

Mangueiras e linha hidráulica podem estar obstruídas e desordenadas, com diâmetros não especificados ou ainda componentes não originais torcidas, para isso é necessário limpar ou trocar distribuir corretamente.

Os Pneus podem estar com a pressão incorreta desgastados ou danificados.

Reservatório do fluído hidráulico pode estar abaixo do nível e para solucionar basta completar o reservatório.

As rodas podem estar desalinhas ocasionando problemas de vibração ao dirigir.

9
jul

Direção Hidráulica pesada

No Sistema de Direção Hidráulica, o óleo se encarrega do “trabalho pesado”, já a direção progressiva deixa o volante mais rígido e, conforme a velocidade.

De uns tempos para cá a direção hidráulica vem se popularizando cada vez mais, deixando de ser um artigo de luxo para se tornar realmente um artigo necessário. A finalidade da direção hidráulica é atenuar todo o esforço empreendido pelo motorista, passando a comandar a parte mecânica com maior facilidade e conforto, uma vez que o maior trabalho é feito hidraulicamente, reduzindo todo o esforço do motorista e, fazendo-o poupar cerca de 80% de toda energia empregada para movimentar a direção.

O básico no sistema de direção é a transformação do giro do volante em movimento lateral das rodas dianteiras do veículo, definindo desta forma a trajetória do mesmo. O método mais simples empregado em automóveis é a direção composta por pinhão e cremalheira.

Este sistema, composto por pinhão e cremalheira é o mais comum e, que representa o menor custo, por possuir poucos componentes. O pinhão, em regra geral é fixado à coluna de direção e, quando o condutor do veículo vira o volante, este movimento é transferido para a cremalheira que, em consequência, esterça as rodas para a direita ou para a esquerda.

No caso convencional (Direção Mecânica), por não possuir assistência hidráulica, é o motorista que exerce toda a força no volante para virar de um lado para o outro. Já na direção hidráulica a força é desnecessária, pois o trabalho pesado fica à cargo do sistema, deixando para o motorista somente a função de indicar o rumo à tomar.

O sistema de Direção Hidráulica é muito simples e é constituído por: Caixa de Direção Hidráulica (Mecanismo da direção), normalmente do tipo pinhão e cremalheira, mais uma bomba hidráulica, um reservatório de óleo e diversas tubulações de alta e baixa pressão por onde circula o fluído hidráulico.

A pressão do óleo é aplicada no mesmo instante que o motorista vira o volante. A ação hidráulica ocorre com o auxílio do fluído hidráulico que circula sob pressão nas tubulações do sistema. Para este movimento existe um Válvula especial que se abre e fecha quando o volante é virado de um lado a outro. Ao abrir a válvula ela permite que o fluído hidráulico sob alta pressão acione o pistão que por sua vez é o que aciona a barra de direção.

A bomba de direção hidráulica é acionada pelo motor do carro por meio de polia e correia. O funcionamento desta bomba é constante, bombeando o fluído o tempo todo e, devido a isto há um desperdício de potência, representando desta forma um maior consumo de combustível. Mas, o conforto proporcionado pelo sistema de direção hidráulica compensa este custo extra, não acham?

Alguns carros contam com uma segurança à mais em seu sistema de direção hidráulica. A direção progressiva. Esta direção é comandada pela centralina que, recebe informações da velocidade, através de sensores e a partir disso, comanda a abertura ou o fechamento da válvula, controlando assim a vazão do fluído pelo sistema, proporcionando desta forma, maior segurança e estabilidade no dirigir. Quanto maior velocidade, maior rigidez do volante.

Temos que tomar certos cuidados com o conjunto de direção hidráulica. O fluído hidráulico precisa ser verificado periodicamente e, quando necessário, completado com o fluído que atenda as especificações que estão contidas no manual do proprietário do veículo. Fique de olho. Se estiver baixa a quantidade de fluído, logo após você ter completado, é necessário levar o veículo a uma oficina, pois isso é sinal de vazamento.

Mesmo sem óleo, a direção hidráulica pode funcionar, mas vai haver a necessidade do dobro de esforço empregado em um sistema de direção mecânica convencional.

9
jul

Direção hidráulica – menos esforço mais satisfação

Os mecanismos da Direção hidráulica são sistemas usados para multiplicar a força exercida.

Você já notou os macacos com pistões usados em oficinas?
Viu como é fácil levantar um peso bem grande e, que para isso aplicamos uma pequena força na alavanca? Isto chama-se princípio Pascal.

Com a direção hidráulica ocorre o mesmo. Ao girar o volante, exercemos uma força em uma das extremidades, mais precisamente no volante e, esse esforço é transmitido para o fluído hidráulico, contido em canais e tubulações, da caixa de direção hidráulica e, finalmente amplificada esta força, dirigida para as rodas do veículo.

A bomba de direção hidráulica é o que fornece a pressão necessária para determinar o movimento leve e que proporciona a ampliação da força empregada.

Há também uma válvula especial, que abre e fecha de acordo com o movimento empregado ao volante do carro e, que ao abrir direciona o óleo sob alta pressão a um pistão que, por sua vez, aciona a barra de direção.

como-funciona-a-direcao-hidraulica

Da Bomba Direção hidráulica saem duas tubulações: uma que direciona o óleo até a Caixa de Direção hidráulica e a outra que o traz de volta. A válvula mencionada anteriormente está localizada na Caixa de Direção Hidráulica.

O que determina por onde deve caminhar o óleo e, qual o efeito que ele vai exercer são as posições da válvula.