O QUE VALE FAZER NO POSTO

O óleo está baixo. Completa?

Seu carro deve estar com motor desligado pelo menos 5 minutos antes do frentista puxar a vareta para checar o nível do óleo. Esse é o tempo necessário para que todo o óleo escorra para o fundo, onde a vareta fará a medição.

[youtube id=”MMLfYwj66Xg”]

Esta vareta é muito fácil de ser reconhecida pela cor amarela do puxador. Todas duas marcações: a primeira, mais próxima do final, indica o nível mínimo; a segunda, um centímetro acima, mostra o nível máximo.

Não misture óleos de marcas diferentes. Se for completar o nível do óleo, coloque a mesma especificação e a mesma marca usada na última troca. Se for mudar a marca do óleo do motor, é necessário substituir o filtro de óleo, pois dentro dele sempre permanece 400 ml do óleo antigo.

O óleo está ruim. Vamos trocar?

Não dá para saber se o óleo está bom ou ruim apenas esfregando uma gota entre os dedos. A substituição está relacionada à quilometragem e ao prazo em relação à última troca. A maioria dos óleos minerais dura 5.000 km e os óleos sintéticos 10.000 km.

Quanto ao prazo de validade, os fabricantes recomendam seis meses

Antes de se sentir tentado a aceitar pelo frentista, verifique no manual do proprietário a especificação do fabricante, como recomendado também na hora de completar. Colocar o óleo errado no motor poderá trazer desgastes acentuados, aumento do consumo de combustível e até dificuldade para dar partida.

Você ainda pode procurar um centro automotivo especializado em serviços automotivos para um acompanhamento profissional nessa questão, caso tenha dúvidas sobre a troca de óleo envie perguntas aos nossos técnicos.

Como reparar direção elétrica com defeito consertar