Direção hidráulica

22
abr

DIREÇÃO HIDRÁULICA DURA, O QUE FAZER?

Quando estamos dirigindo um veículo, precisamos ter a certeza de que estamos seguros, pois é um dos sistemas mais importantes do automóvel e se der algum problema pode causar acidentes graves. Caso alguma situação com o sistema de direção hidráulica fuja da normalidade, é um indício de que algo precisa ser feito urgentemente. Ás vezes, o sistema de diração fica tão duro que torna o carro quase impossível de ser conduzido.
Numa situação onde não se consegue fazer manobras com seu carro devido à direção estar dura, pare o carro imediatamente e solicite ajuda, de preferência especializada. Pense que na dificuldade de conduzir o seu veículo, pode-se causar algum acidente. O ideal é sempre realizar manutenções preventivas no sistema de direção hidráulica, para que o sistema demonstre sempre confiabilidade e dirigibilidade.
A direção hidráulica funciona através do fluido hidráulica que é pressurizado pela bomba hidráulica, que empurra a cremalheira e assim faz o volante ficar mais leve, auxiliando o condutor do veículo a movimentar o volante. Geralmente, a direção hidráulica não necessita de muita manutenção, mas é bastante indicado ficar atento à ela. LEvar frequentemente em um centro automotivo especializado, mesmo que o sistema esteja bom, para realizar a manutenção preventiva e assim evitar fturos danos maiores.
Eis alguns problemas mais comuns no sistema de direção hidraulica
Um Sistema Simples
O sistema de direção hidráulica é uma das principais invenções no que diz respeito a conforto para manobrar um carro e é um sistema simples e sem segredos. A dica é que o motorista fique sempre atento ao nível do fluído hidráulico, pois ele jamais deve ficar baixo.
Caso você perceba que o fluido está diminuindo em uma velocidade muito rápida, é um sintoma de que algo está errado, está apresentando vazamentos e você deve raparar o vazamento o mais rápido possível. Geralmente os vazamentos são causados por compom=nentes de vedação e conexão que se desgastaram. O fluído não tem um prazo de troca, faça a substituição no caso de desmontar o sistema.
Sistema silencioso
O sistema de direção hidráulica é silencioso. Sendo assim, quando aparece algum barulho ou ruído é sinal de que algo não está correto, o funcionamento do sistema está irregular. Podem ser vários tipos de ruído, mas, os mais comuns são barulhos agudos que demonstram que as correias estão frouxas ou mesmo que a sua vida útil está comprometida.
A bomba hidráulica também pode apresentar barulho. Nesse caso, existe a presença de ar no sistema, que deverá ser sangrado totalmente e novamente completo com a quantidade de fluido necessária.
Direção Hidráulica Deixa de Funcionar
Quando a direção hidráulica fica com o volante duro e difícil de guiar, é sinal de que o sistema hidráulico deixou de funcionar e ele voltou a ser mecânico. Sendo asism, o esforço para dirigir o carro se torna bem maior.
Geralmente, quando acontece isso a falha é atribuída à pane da bomba, sendo necessário fazer a sua troca. A calibragem abaixo do recomendado dos pneus também pode deixar a direção pesada, causando danos ao sistema e trazendo desconforto para guiar o carro. Outra causa de defeito no sistema de direção hidráulica, podem ser vazamentos no sistema,
Rodas desalinhadas ou até mesmo desbalanceadas também afetam diretamente o sistema de direção hidráulica.
Portanto, para que o reparo seja feito da maneira correta eo sistema de direção hidráulica volte a funcionar normalmente e perfeitamente, procure sempre um centro automotivo especializado, com ferramentas de diagnósticos e de reparos precisas e onde você poderá tirar quaisquer dúvidas à respeito do funcionamento do sistema.
16
abr

VERIFICAÇÃO E TROCA FLUIDO DA DIREÇÃO HIDRÁULICA

Você já percebeu que às vezes a direção hidráulica fica dura?

Ou que às vezes ela “canta” quando você gira? São detalhes facilmente resolvíveis mas que muitas vezes deixamos de lado e a tendência é cada vez mais estragar o sistema de direção hidráulica. Para isso, basta que o nível do óleo da direção seja verificado e completado caso esteja faltando.

Como qualquer situação de manutenção do veículo, verificar e completar o fluido da direção hidráulica deve fazer parte do cotidiano de quem tem carro, além de ser fácil para verificar.

Aqui estão alguns passos para facilitar a sua vida.

Passo 1 – Aqueça o fluido Com o motor em marcha lenta , gire o volante de batente a batente várias vezes . Isto irá assegurar que o fluido esquente e o seu nível fique correto.

Se as necessidades de cinto substituição não avançar ainda mais . Você pode substituir a correia de transmissão mesmo, ou reservar o seu veículo em seu local de mecânico para tê-lo substituído.

Passo 2 – Localize o tanque do fluido da direção hidráulica;

Abra o seu capô e localize o reservatório de direção hidráulica , verificando o manual do proprietário . Deve haver uma etiqueta na tampa do reservatório.

Passo 3 – Retire a tampa

Abra o tanque através da remoção da tampa . Ele ão vai estragar, pode ficar tranquilo. Somente cuidado para não perder a tampa. Coloque-a em um local seguro.

Passo 4 – Verifique o nível do fluido

Se o tanque for de metal ou opaca , uma vareta deve ser ligado na tampa. Limpe a vareta com um pano limpo e insera no reservatório. Após 10 segundos, puxe a vareta e verifique o nível da vareta . Na vareta terá indicações sobre o nível do fluido.

Se o seu reservatório é feito de plástico claro , no próprio reservatório tem o nível mínimo e máximo. O nível ideal é sempre acima do minimo e abaixo do máximo.

O que olhar para fora:

• Caso você precis completar o fluido, certifique-se de usar o mesmo fluido que está no reservatório. Verifique também as especificações corretas no manual do proprietário do veículo. Usando o fluido errado, pode causar danos no sistema de direção hidráulica.

• Caso esteja vazando o fluido, dirija-se imediatamente a um centro automotivo especializado para reparar o vazamento

• Não deixe o fluido vazar para fora do compartimento, pois pode danificar algumas peças.

Passo 5 – Caso o nível esteja baixo, adicione fluido de direção hidráulica, Consulte o manual do proprietário para verificar que tipo de óleo da direcção usar. É muito importante usar o tipo correto de fluido e no nível exigido.

Passo 6 – Recoloque a tampa do reservatório, fechando firmemente e pronto.

O ideal é levar seu carro a um centro automotivo especializado para fazer esse procedimento, pois lá você encontra mão de obra especializada que vai saber exatamente o fluido a ser utilizado e te dar várias dicar importantes.

5
abr

DIREÇÃO HIDRÁULICA: DICAS DE FUNCIONAMENTO E MANUTENÇÃO

Antigamente era muito comum e normal fazer um esforço maior para encaixar o carro, feito de ferro puro, em uma vaga com o famoso queixo duro. A direção é a alma da boa condução e a busca por facilitadores neste mecanismo sempre estiveram nas mentes dos engenheiros automotivos. Quando se chegou ao conceito de que um sistema hidráulico diminuiria o esforço do motorista, os tempos mudaram. E mudaram ainda mais quando esse mecanismo se popularizou.

Para um bom funcionamento do conjunto é necessário que todos os componentes estejam trabalhando em perfeitas condições e para isso é importante a realização de manutenção no veículo. O sistema é constituído pelo mecanismo de direção, bomba hidráulica, reservatório de óleo e tubulações de alta e baixa pressão.

A ação hidráulica acontece com auxílio do fluido, que está sob alta pressão, de um lado ou do outro da cremalheira. A bomba hidráulica é acionada quando o motor entra em funcionamento, utilizando o fluido do reservatório e enviando a pressão necessária para o mecanismo da direção. Se acontecer falhas no sistema hidráulico, o mecanismo funciona como uma direção comum.

Em caso de falhas, é muito importante que o profissional identifique qual é o problema, para saber o que está causando a falha e onde ela está. Descrever bem o problema e não se esquecer de alguns detalhes podem ajudar o profissional a identificar o problema. Se a direção hidráulica está mais pesada e para qual lado, se fica inoperante quando o veículo está parado ou em manobras e se o auxilio hidráulico para repentinamente.

O maior índice de defeitos que ocorre nas direções hidráulicas é o vazamento de óleo, devido ao desgaste natural dos componentes internos. Quando há vazamento de na caixa de direção, esse lubrificante pode danificar partes que precisem de intensa lubrificação, como mangotes e conexões metálicas. Partes da suspensão que estão próximas à caixa e que recebem este vazamento diretamente, também sofrem incrivelmente. Esse defeito não pode ser reparado e as peças devem ser substituídas.

O pior que pode ocorrer é uma falta de lubrificação na bomba rotativa, o que causará um barulho incômodo que irá, com o tempo, danificar a direção hidráulica, a enrijecendo. O mecanismo pode travar causando a parada de todo o sistema, deixando o veículo quase impossível de ser controlado. Portanto, ao acordar em um sábado pela manhã, no momento de verificar óleo do motor, a água do radiador, ou mesmo antes de lavá-lo, dê uma atenção aos outros sistemas que levam lubrificantes, como direção hidráulica e freios.

28
mar

PERGUNTAS PARA K2 DIREÇÃO HIDRÁULICA

Como deve ser feita a verificação do óleo de direção hidráulica? O ar condicionado do carro deve passar por limpeza profissional de quanto em quanto tempo?

É necessário checar o nível fluido da direção hidráulica uma vez por mês. Para medir, basta abrir o reservatório e conferir, por meio do medidor existente na própria tampa. Se precisar, complete com o óleo indicado pelo fabricante no manual do proprietário.

Quanto ao sistema do ar condicionado automotivo é recomendável fazer uma inspeção anual. Nesse serviço será verificado o filtro, que retém impurezas vindas do ar externo e também pode acumular fungos se não for trocado periodicamente, além de possíveis vazamentos. O nível do gás também é checado. Se ele não estiver em ordem o condicionador não vai esfriar o ambiente.

Quais são as implicações negativas de um motor a álcool ou gasolina trabalhar com óleo acima do nível normal?

Tudo em excesso não é bom. No caso do reservatório do óleo do motor estar com o nível acima do recomendado pelo fabricante, ou seja, acima do nível máximo da vareta, haverá aumento de pressão no cárter e o que pode acontecer é romper alguns vedadores e retentores do motor. Sendo assim, o motor passará a ter vazamentos. Fora isso, o excesso poderá forçar os anéis de vedação, que separam o óleo lubrificante da mistura ar/combustível e se isso acontece o motor começa a queimar óleo, sujando as válvulas e as velas, danificando também o catalisador no sistema de descarga do veículo.

Meu veículo não é flex, e quando vou abastecer faço a mistura no tanque usando meio álcool e meio gasolina. Isso causa algum dano?

Qualquer mistura pode trazer problemas, alguns até de maior gravidade. O problema fica ainda maior porque alguma possível alteração de desempenho ou rendimento pode não ser percebida pelo motorista. Saiba que ao usar uma parcela de gasolina no veículo a álcool pode-se desencadear uma detonação prévia, devido à taxa de compressão mais elevada e a curva de ignição mais avançada do motor a álcool. Isso danifica o motor. Um exemplo disso é quando o motor começa a grilar, ou seja, começa a apresentar umas batidas secas ao imprimir aceleração em uma marcha mais longa.

Colocar álcool no veículo á gasolina para economizar na bomba de combustível pode trazer prejuízos. O primeiro indício negativo dessa prática é o rendimento insatisfatório do veículo. Junto, vem à perda de potência do motor que influencia no aumento do consumo. Isso vai ser um prejuízo no bolso ao final das contas. Em um estágio mais avançado acontece a corrosão do sistema de injeção eletrônica, que passa a trabalhar de maneira incorreta e logo pode sofrer uma pane. Nessa situação o valor do reparo será alto, fora o transtorno de poder ficar a pé.

O sistema de escapamento do motor a gasolina não tolera a corrosão e aí a troca deverá ser completa, incluindo abafador, catalisador e silenciador. Além disso, essa mistura eleva o nível da contaminação ambiental por gases e partículas poluentes. Se esse automóvel for pego em uma inspeção não vai passar.

27
fev

DÚVIDAS SOBRE DIREÇÃO HIDRÁULICA

A direção hidráulica com o passar do tempo deixou de ser um artigo de luxo apenas para veículos grandes e se popularizou. Possui a função de atenuar o esforço do motorista, que passa a comandar a parte mecânica com maior facilidade, uma vez que o maior trabalho é feito hidraulicamente. Essa redução de esforço faz o motorista poupar 80% da energia que seria empregada para movimentar a direção.

A função básica do sistema de direção hidráulica é transformar o giro do volante em um movimento lateral das rodas dianteiras, definindo a trajetória do veículo. O método mais comum empregado nos veículos é a direção simples, do tipo cremalheira e pinhão.

O pinhão é fixado à coluna da direção e quando o motorista vira o volante, ele gira e movimenta a cremalheira. Em consequência disso, esterça as rodas para a esquerda ou direita. Esse sistema é simples, por isso, possui menos componentes, apresentando menos custo. O segundo modelo mais utilizado é do setor e rosca sem fim, mas ele já conta com uma quantidade de componentes maior. Esse tipo de sistema é mais adequado para automóveis pesados, como ônibus e caminhões.

Como o método convencional não possui assistência hidráulica, o motorista faz todo o esforço para a direção virar de um lado a outro. Já a direção hidráulica, se encarrega do trabalho pesado e deixa para o motorista apenas a função de indicar o trajeto.

Curiosidade:

Na maioria dos veículos, geralmente são necessárias três ou quatro voltas completas do volante para fazer com que as rodas se movam da esquerda para a direita.

Lembrando que mesmo sem óleo a direção hidráulica vai funcionar, porém apenas o modo mecânico, ou seja, a direção fica mais pesada e o motorista chega a fazer mais esforço que uma direção mecânica convencional.

 

22
jan

Como cuidar da direção hidráulica do seu veículo

Como cuidar da direção hidráulica do seu veículo

O primeiro cuidado a se tomar é o de não encostar em calçadas e guias, evite dar batente (aquela manobra com o volante no fim do curso para um dos lados). Cheque sempre o nível do fluido e a qualidade do mesmo, é fundamental.

Quando o fluido está sujo e escuro indica que chegou a hora de trocá-lo. A verificação do fluido deve ser feita a cada 30 ou 40 mil km.

Dicas de como cuidar da direção hidráulica do seu veículo

Para certificar- se de que está tudo certo com a direção hidráulica do seu veículo é preciso começar fazendo a verificação do nível de fluido no reservatório. A melhor maneira de fazer isso é retirar a tampa e checar o nível. Em geral existem marcas que indicam a leitura do nível com o motor quente ou frio.

Para que fique mais claro consulte o manual do proprietário, lá você poderá conferir detalhes de como fazer essa verificação. É muito importante conferir, pois alguns tipos de tampas têm diferentes marcas para a medição.

Se verificar e perceber que o nível está um pouco baixo e limpo, apenas complete. Na hora de escolher prefira sempre o fluido indicado pelo fabricante. Se o nível estiver muito baixo pode ser que ocorram vazamentos. No caso de o fluido estar sujo e escuro você deverá efetuar a troca. Sempre é bom verificar as mangueiras para procurar pelos vazamentos, em casos mais sérios procure um profissional.

A direção hidráulica pode te ajudar a conduzir o veículo com mais facilidade, mas é necessário que você sempre verifique se está tudo certo com ela. E também ter cuidados com sua direção hidráulica.

22
jul

SINAIS QUE O SISTEMA DE DIREÇÃO HIDRÁULICA PODE APRESENTAR

Causadores de ruídos na direção hidraulica

A bomba hidráulica do sistema de direção hidráulica conta com diversos componentes complexos dentre os quais está a carcaça, chamada também de cabeçote, palheta, o eixo, rotos e excêntrico. Eles podem causar ruídos estranhos no sistema e os dois principais deles são as palhetas e o excêntrico.

Uma das situações mais comuns por trás dos barulhos que a direção hidráulica pode apresentar é a de que as palhetas não subam à medida que a rotação aumenta, devido a sujeiras que se depositam nesses componentes. Acaba formando bolhas de ar entre as palhetas e a carcaça da bomba o que causa aquele barulho ameaçador.

Dê muita importância para esse defeito, porque além do barulho também pode acabar deixando a direção mais pesada e com o tempo pode trazer mais do que a direção do veículo pesada, também pode comprometer todo o sistema.

O que devo fazer então?

Quando esses sintomas aparecem geralmente é necessário trocar o reparo da bomba. Mas nos casos em que a bomba está muito gasta precisa trocá-la por uma nova e aí sai um pouco mais caro.

Para evitar esses defeitos é preciso verificar os vazamentos no sistema da direção e conferir o estado da correia e da tensão além de ter alguns cuidados ao dirigir o veículo. Aconselhamos também a levar seu veículo a um centro automotivo especializado em manutenção automotiva para que testes sejam realizados no sistema de direção.

O óleo direção hidráulica

Quando o óleo está sujo e vencido pode ser uma das causas dos principais problemas encontrados na direção hidráulica. Fazer a sua verificação é muito importante com certa frequência. Atente-se também para o desgaste natural dos componentes da própria bomba hidráulica que com o passar do tempo poderá apresentar folgas excessivas.

18
jul

Direção hidráulica Alinhamento

Causas e sintomas no sistema de direção hidráulica

Nem sempre o vazamento de óleo é visível ou externo, e como o sistema é um circuito fechado, o nível de óleo de reservatório deve ser constante. Por isso, deve-se verificar periodicamente.

-Se você ouve ruídos e barulhos quando gira o volante do seu veículo, é um sintoma de problema no sistema.

-Se o volante está pesado para os dois lados ou para um dos lados, significa também problema no sistema da direção hidráulica.

-O veículo encontra-se com a suspensão em ordem, alinhado e não tem estabilidade em retas e curvas, é outro sintoma do defeito.

Será que o veículo está desalinhado?

As rodas traseiras e dianteiras devem estar apoiadas ao solo perfeitamente e paralelas entre si. Caso isso não aconteça, será possível notar:

-Perda de estabilidade nas curvas.

-Dificuldade em manter o veículo na trajetória.

-Ruído, cantando pneu, inclusive em linha reta.

Direção pesada: Desconforto ao dirigir

-Volante fora de alinhamento, pode ser um sintoma de desalinhamento.

-Desgaste do pneu não uniforme, principalmente em sua borda.

O que faz a direção hidráulica ser muito suave?

Ela é ligada por correias à polia do motor, para dar pressão ao óleo, que movimenta o pistão do cilindro da direção, esterçando as rodas. O esforço que seria feito pelo motorista é realizado por uma bomba hidráulica que é movida a óleo.

Diagnósticos de funcionamento da direção hidraulica grátis

A K2 Direção hidraulica oferece aos seus clientes diagnósticos eficientes para o sistema de direção hidraulica e ar condicionado automotivo para isso é necessário entrar em contato com um de nossos atendentes e receber todas as informações necessárias.

17
jul

Cuidados com a sua direção hidráulica manutenção

A direção hidráulica manutenção

Na direção hidráulica manutenção o nível do fluido precisa ser verificado periodicamente e quando for necessário, ser completado com o fluido que atenda as especificações no manual do proprietário. Quando a quantidade estiver baixa demais, ou logo após completar o volume voltar a baixar, é necessário que leve o veículo a uma oficina especializada para fazer uma analise, pois deve haver algum vazamento.

A direção hidráulica manutenção na grande parte dos veículos são necessárias normalmente três ou quatro voltas completas do volante para fazer as rodas se mover da esquerda para a direita, já nos veículos com a direção hidráulica o limite é de uma volta e meia.

Não mantenha a direção hidráulica do seu veículo sobre o limite do giro por mais de 3 segundos. Pois pode causar um desgaste sério da bomba, que afetará no seu funcionamento.

A eliminação de ar no sistema hidráulico deve ser feita movimentando o volante do veículo de batente a batente sem forçar as extremidades.

Defeitos direção hidráulica manutenção:

Direção pesada direção hidráulica manutenção: As causas possíveis: Terminais e pivôs da suspensão desgastados ou danificados; Pressão dos pneus fora do especificado; Veículo desalinhado; Interferência da coluna de direção; Correia do sistema frouxa; Rolamentos superiores da suspensão desgastados ou danificados; Obstrução das mangueiras.

Ar no sistema As causas possíveis: Aumento de esforço em manobras; Elevação do nível de fluido ou transbordamento de óleo no reservatório.

16
jul

CAIXA DE DIREÇÃO HIDRÁULICA

Caixa de direção hidraulica

O brasileiro é apaixonado por carros e cuida do mesmo como se fosse um filho.

Precisamos sempre ficar atentos a parte mecânica dos veículos para prevenir problemas mais graves e também evitar acidentes.

Devemos ficar atentos à caixa de direção hidráulica. A direção hidráulica deixou de ser um acessório de luxo e tornou-se um equipamento necessário e comum, na maioria dos veículos leves e até nos pesados.

É preciso que todos os componentes da Caixa de direção hidraulica estejam trabalhando em perfeitas condições para o bom funcionamento do conjunto. O sistema é constituído pelo mecanismo de direção, bomba hidráulica, reservatório de óleo e tubulações de alta e baixa pressão.

Em veículos com direção hidráulica, o motorista comanda a parte mecânica do conjunto com facilidade, pois o trabalho é feito hidraulicamente. A ação hidráulica acontece com auxilio do fluido, que esta sob alta pressão, de um lado ou do outro da cremalheira.

 

Quando o motor entra em funcionamento a bomba e caixa de direção hidraulica  é acionada, usando o fluido do reservatório e enviando a pressão para o mecanismo da direção. Caso ocorrer falhas no sistema hidráulico, o mecanismo funciona como uma direção comum.

Mecanismo hidráulico de direção: sistema pinhão e cremalheira do tipo que equipa os automóveis da VW, além desses itens citados contêm cremalheira e pinhão, válvula e cilindro hidráulico e pinhão. A vazão da bomba determina a pressão para esterçar as rodas e a velocidade do giro do volante.

A válvula analisa a resistência do volante e direciona o fluido para um dos lados do cilindro. A bomba hidráulica, nesse mecanismo, instalada no motor é acionada por meio de correia e polias, usando os tubos para conduzir o fluido.

 

Já sabemos que essa é uma peça fundamental do veículo e é muito importante a sua manutenção. Um motorista prevenido vale por dois.