Direção Hidráulica pesada

9
jul

Direção Hidráulica pesada

No Sistema de Direção Hidráulica, o óleo se encarrega do “trabalho pesado”, já a direção progressiva deixa o volante mais rígido e, conforme a velocidade.

De uns tempos para cá a direção hidráulica vem se popularizando cada vez mais, deixando de ser um artigo de luxo para se tornar realmente um artigo necessário. A finalidade da direção hidráulica é atenuar todo o esforço empreendido pelo motorista, passando a comandar a parte mecânica com maior facilidade e conforto, uma vez que o maior trabalho é feito hidraulicamente, reduzindo todo o esforço do motorista e, fazendo-o poupar cerca de 80% de toda energia empregada para movimentar a direção.

O básico no sistema de direção é a transformação do giro do volante em movimento lateral das rodas dianteiras do veículo, definindo desta forma a trajetória do mesmo. O método mais simples empregado em automóveis é a direção composta por pinhão e cremalheira.

Este sistema, composto por pinhão e cremalheira é o mais comum e, que representa o menor custo, por possuir poucos componentes. O pinhão, em regra geral é fixado à coluna de direção e, quando o condutor do veículo vira o volante, este movimento é transferido para a cremalheira que, em consequência, esterça as rodas para a direita ou para a esquerda.

No caso convencional (Direção Mecânica), por não possuir assistência hidráulica, é o motorista que exerce toda a força no volante para virar de um lado para o outro. Já na direção hidráulica a força é desnecessária, pois o trabalho pesado fica à cargo do sistema, deixando para o motorista somente a função de indicar o rumo à tomar.

O sistema de Direção Hidráulica é muito simples e é constituído por: Caixa de Direção Hidráulica (Mecanismo da direção), normalmente do tipo pinhão e cremalheira, mais uma bomba hidráulica, um reservatório de óleo e diversas tubulações de alta e baixa pressão por onde circula o fluído hidráulico.

A pressão do óleo é aplicada no mesmo instante que o motorista vira o volante. A ação hidráulica ocorre com o auxílio do fluído hidráulico que circula sob pressão nas tubulações do sistema. Para este movimento existe um Válvula especial que se abre e fecha quando o volante é virado de um lado a outro. Ao abrir a válvula ela permite que o fluído hidráulico sob alta pressão acione o pistão que por sua vez é o que aciona a barra de direção.

A bomba de direção hidráulica é acionada pelo motor do carro por meio de polia e correia. O funcionamento desta bomba é constante, bombeando o fluído o tempo todo e, devido a isto há um desperdício de potência, representando desta forma um maior consumo de combustível. Mas, o conforto proporcionado pelo sistema de direção hidráulica compensa este custo extra, não acham?

Alguns carros contam com uma segurança à mais em seu sistema de direção hidráulica. A direção progressiva. Esta direção é comandada pela centralina que, recebe informações da velocidade, através de sensores e a partir disso, comanda a abertura ou o fechamento da válvula, controlando assim a vazão do fluído pelo sistema, proporcionando desta forma, maior segurança e estabilidade no dirigir. Quanto maior velocidade, maior rigidez do volante.

Temos que tomar certos cuidados com o conjunto de direção hidráulica. O fluído hidráulico precisa ser verificado periodicamente e, quando necessário, completado com o fluído que atenda as especificações que estão contidas no manual do proprietário do veículo. Fique de olho. Se estiver baixa a quantidade de fluído, logo após você ter completado, é necessário levar o veículo a uma oficina, pois isso é sinal de vazamento.

Mesmo sem óleo, a direção hidráulica pode funcionar, mas vai haver a necessidade do dobro de esforço empregado em um sistema de direção mecânica convencional.